BIATHLON BLOG PROVAS VÍDEOS

Beach Biathlon – Rei e Rainha do Mar 2018 em Jurerê – Floripa! Só melhora!

Não é a toa que é uma das provas mais queridas do Brasil, quem já participou sabe da excelente organização e acima de tudo do cuidado com os amantes das águas abertas!

E como foi?

A retirada de kits foi na Decatlon Floripa, fomos eu e Sheila de carro encarando aproximadamente 230 km de estrada, na véspera da prova.

Chegamos  no final do congresso técnico mas a tempo de encontrarmos Luiz Lima e  Poliana Okimoto, duas feras que dispensam apresentação, assim como Pedro Monteiro organizador. Confira no vídeo no final do post as dicas que foram passadas e sempre fazem toda diferença!

Na Decatlon, tivemos uma ótima recepção também, José fez as honras da casa e é um parceiraço quando se trata de tirar duvidas de equipamentos e onde encontrá-los nesse mundo de atividades outdoor e indoor.

E no  dia seguinte lá vamos nós com o amigo Jorge Cabral para a prova e de cara um congestionamento no caminho… tenso pero no mutcho pois a pista foi liberada rapidamente para nossa sorte!

 

Chegamos!

E bem cedo para não haver correria, a última coisa que pode acontecer  no pré prova! Tudo no guarda volume e vamos ao que interessa!

Hora de conferir o pedaço e se situar no famoso de onde para onde!

Ahh o mar! Checagem da temperatura da água e o jeitão nesse horário, afinal com o passar das horas da manhã o mar muda e pode mudar muito! E não é só o mar que muda…

 

Rei e Rainha do Mar 2014 – Rio de Janeiro

 

A primeira vez que eu César participei do Rei e Rainha do Mar, foi em 2014!

MAr de Coap 2014 meu primeiro beach biatlon inesquecivel
Posto 6 – Copacabana – Rio de Janeiro

 

Sai direto da piscina do Esporte Clube Pinheiros em São Paulo para as águas do mar de Copacabana, mais precisamente ao lado do Forte de Copacabana onde a maioria da assessorias de natação em águas abertas está, na zona sul do Rio e local clássico de uma das etapas do Rei e Rainha do Mar!

Isso há aproximadamente 4 anos! Nesse dia o mar estava estranho, virada de tempo no dia anterior a prova e  o novato só na tensão, no final deu tudo certo!

E em 2018 em Jurerê foi quando, depois de participar inúmeras vezes de varias modalidades (Beach Run, Classic, Challenge e Super Challenge ) que retornei a minha  primeira modalidade, o Beach Biatlon!

Anos se passaram ,assim como a experiência tranquiliza a curiosidade de como seria e a expectativa estavam latentes! Chip no tornozelo era só aguardar a hora H!

O dia estava com o tempo variando, as vezes parado e de repente muitas marolas e carneirinhos começando no mar, vento aumentando, resumindo, condições que dão o tempero a qualquer prova aquática.

Praia Jurerê Internacional

Fora d´água é um cenário, dentro outro completamente diferente e em constante mutação!

Agora na hora da buzina é ir para cima e seguir em frente para o que der e vier!

Sair da água depois de nadar forte e já começar a correr forte também, pede uma adequação orgânica que se dará em alguns instantes! Sair do horizontal para o vertical com o organismo a mil!

Lembro de um amigo do Rio gritar… ventila, ventila! Era para processar a respiração para a transição do mar para a terra até equalizar e você poder aumentar o ritmo ao máximo, sem quebrar no caminho para a chegada!

Correr descaço em areia fofa e depois na areia dura também pede técnica e isso o treino te dá, na prova a organização do corpo e mente têm que ser automática!

Lembrando que terá que estar a atento a administrar situações inesperadas e que podem acontecer! Muita atenção onde pisa, foque em você e siga sem piedade percebendo os competidores mas sem se influenciar pelas suas performances, faça o seu melhor e o melhor virá!

Cesar, Sheila, Jorge e André

Equilíbrio mental  e força são importantíssimos!

Prova finalizada  dentro do tempo e tudo nota 1000! Encontrei Sheila e Cabral e ai era esperar a colocação oficial e ver o que daria fora a medalha de participação dentro do tempo limite da prova já garantida.

Nesse meio tempo ficamos sentados na parte externa de um restaurante, fechado nesse horário.

Quando saiu a lista e fui checar minha colocação, deixei minha medalha de participação em cima da mesa onde estávamos que até aquele momento permitiu que os nadadores utilizassem a estrutura.

Quando voltei com a minha medalha de terceiro lugar junto com o Cabral, amigo que estava conosco e  pegou podium na prova de corrida, Sheila estava saindo do local porque a turma não foi lá muito amigável tocando toda a galera para abrirem o restaurante.

E agora  fica a ressalva…

Até ai tudo bem, mas a abordagem foi burra e mal educada, pois não imaginaram que nadadores, atletas, ou como queiram chamar também almoçam em lugares de diferentes ofertas, valores e opções.

Saímos sem a menor vontade de olhar  o cardápio oferecido com descaso. Não ficaríamos nem de graça ou se nos pagassem para provar sabe-se lá o que, pois estabelecimento com essa politica burra não pode ser bom .

A grosseria foi tamanha que esqueci minha medalha de participação e fui embora.

Enquanto isso não tinha percebido o que tinha ocorrido, estávamos curtindo e aproveitando com a criançada  atleta. Aqui só tinha uma medalha no pescoço, a de terceiro lugar na categoria.

Encontro também antes da água com amigos do RJ  na competição, da turma do Sidney Pereira Team!

E só me dei conta no carro e quando voltei, o restaurante já estava aberto, questionei o gerente e ninguém havia achado nada.

Tampouco pensaram em um convite educado do tipo o sr. gostaria de conhecer a casa, já conhece nossos serviços, enfim, uma lástima  e claro que o salão estava as moscas!

Encerrada a novela do mau atendimento do restaurante segui…

Fui então procurar alguém da organização, achei e fui prontamente atendido;  mesmo com o evento já em desmontagem, não é uma operação simples, muita coisa já havia sido levada e destinada ao embarque nos caminhões de transporte.

Depois de uma busca em mais de uma ida e volta a praia e outros locais onde poderiam estar as medalhas, acabamos encontrando o saco que estava com as medalhas de participação dos atletas do Beach Biatlon, e a medalha queesqueci na mesa  foi substituida e entregue em mãos, entregando atendimento impar, carinhoso, sem preguiça e definido em  uma palavra: Excelência!

Sim, a equipe de  profissionais da Effect Sport sabe muito bem o que esta fazendo!

Ok ok, segui então feliz com minhas medalhas, a de participação e a de terceiro lugar na categoria …

… e para quem não sabe ou entende o valor de uma medalha  ganha honestamente, é a pura representação dos infinitos treinos, desafios, dias de sono e frio que  levantou da sua cama e foi treinar, além de ser uma lembrança de vida!

Certamente com o passar dos anos quando a pegar nas mãos funcionará como um portal para boas lembranças e as sensações de alegria  e euforia estarão lá para que possa contar sua experiência para seus amigos e familiares ou simplesmente reviver uma passagem memorável  e cheia de significado!

Depois de um a dois  dias as fotos dos fotógrafos oficiais são publicadas, assim como os resultados oficiais e para minha segunda surpresa da boa, agora muito boa, a minha colocação foi segundo lugar da categoria no Beach Biathlon e não terceiro!

Mega feliz, imediatamente contatei a organização informando o ocorrido, me prontificando a devolver a medalha de terceiro lugar e solicitando a de segundo, se possível.

Novamente  excelência no atendimento, fui informado que seria enviada o quanto antes. Tratando-se de RRM relaxei e deixei a coisa rolar.

Semana passada sem a menor expectativa chega o correio em casa com um pacote. Realmente não tinha ideia do que seria e outra surpresa muito boa! Era a medalha de segundo lugar no Beach Biathlon na minha categoria!

Esse foi o motivo de só publicarmos o post agora,  as vésperas já da nova etapa do RRM que ocorrerá em Brasilia. Sabia que chegaria e assim ocorreu! E nada melhor do que poder compartilhar o que é bom, e quando é têm que ser reconhecido!

Agora vamos treinar para as modalidades que faltam para fechar o pacote RRM que ainda não fizemos, o  Sprint de natação e Stand Up Padle! VQV!!!

Confira o video e até mais!!!

 

 

0 comentário em “Beach Biathlon – Rei e Rainha do Mar 2018 em Jurerê – Floripa! Só melhora!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: