NATAÇÃO PROVAS

Super Challenge 10k – Rei e Rainha do Mar – Última etapa 2016 !

Medalha 10k Natação no Mar no Rei e Rainha do Mar

reierainhadomar2016A última prova que fizemos do Rei e Rainha, foi o Challenge que aconteceu no Recreio, a volta na Pedra do Pontal seguindo pela  Praia da Macumba. No final da prova soubemos sem querer por nossa fonte que haveria o Super Challenge 10k em dezembro e decidimos naquele momento que o Desafio se confirmado, já estava na agenda!

E foi o que aconteceu, a cereja do bolo na última edição do Rei e Rainha do Mar em dezembro de 2016 foi a estréia do  Super Challenge 10k com a grande maioria de participantes fazendo a distância pela primeira vez.!

dscn2751

Sim, foi nosso maior desafio em águas abertas até o momento!

percurso-super-challenge-10k-rei-e-rainha-10-12-2016-edicao-1

Nadar 10k em 4 voltas de 2.5 km exige além do preparo físico, muito mais preparo mental!

Isso sem levar em consideração que o mar muda a cada hora, logo 4 x 2.5km serão 4 x percursos diferentes por menor que seja a mudança.

dscn2750

E como a cada volta o desgaste aumenta, as sensações e percepções do oceano e do seu corpo também!

A cada braçada e a cada pernada a reorganização da mecânica do movimento e da cabeça se faz necessária para unir a técnica e o ganho com o treino prévio feito na piscina e no mar, assim como as adversidades que podem e surgem  na prova.

swim

No meu caso, eu César, perdi a última prova antes dos 10k em Caraguatatuba; o Desafio Aquaman de 7k por ter  comido  algo que me fez mau e me detonou, vide conforme o post anterior aqui no blog com os detalhes Natação no Mar 7k e 1.5k -Desafio Aquaman , enfim abortei os 7k e fui para a outra opção de 1.5km que fiz e fiquei muito contente com o resultado. Porém o tal longão que seria nesta prova, praticamente o treino de luxo,  não fiz.

20161203_135618

A solução foi fazer com a Sheila no final de semana antes do Super Challenge  8k rodando em Copa,  girando tempo e acabamos nadando 3h00 seguidas com uma saída para hidratação, dando duas voltas do Posto 6 sentido Leme e voltando .

img_20161207_212220

Na semana anterior a prova fechamos nossos dois treinos na piscina do Fluminense também .

dscn2749

Na sexta feira fomos retirar os kit no Hotel Arena no Leme, e já na retirada todas as filas estavam cheias e a do Super Challenge vazia! Conclusão era que ou a turma já havia vindo ou viria, mas certamente os malucos não seriam muitos.

20161209_1305440

 

dscn2745

Depois descobrimos que foram aproximadamente de 100 a 200 inscritos, entre homens e mulheres, e que a maioria faria sua primeira tentativa de 10k no mar ou a temida maratona aquática!

20161209_131435

Encontramos com Allan do Carmo que nadaria com Poliana Okimoto e que estava nesta hora a aguardando para o lançamento da revista Swim, edição especial em homenagem a P. Okimoto.

Vimos também outros atletas que competiriam no domingo, só a nata voltando de uma rodada no mar e chegando no hotel.

Rei e Rainha do Mar 2016, Praia de Copacabana, posto 5. 10 de Dezembro de 2016, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Foto: Satiro Sodré/SSPress/Effect Sport
Rei e Rainha do Mar 2016, Praia de Copacabana, posto 5. 10 de Dezembro de 2016, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Foto: Satiro Sodré/SSPress/Effect Sport

Eu não canso de repetir que na preparação para desafios sugiro levar em conta as suas necessidades, aquelas que você sabe quais são e ignorar quaisquer influências alheias. Quem fará a prova é você e ponto.

Fui de roupa de neopreme completa ou wetsuit de natação e levei uma pochete pequena de neoprene com 4 saquinhos de gel para tomar a cada rodada. Claro que o gel que estou acostumado e já conheço.

Sabíamos que a perda d´água e sais seria intensa, logo hidratação e reposição seriam fundamentais para que o percurso transcorresse da melhor maneira.

Eu César, tenho metabolismo super rápido e preciso ter o que queimar, então essa fórmula  para mim funciona.

Na largada um colega  perguntou se tinha gel e achou uma boa ideia a pochete. Senti uma ponta de arrependimento na declaração do amigo  por ter esquecido seu gel; nesse caso se sua roupa não tiver os bolsos estratégicos a pochete te salva e o acesso é fácil, caso preciso tomá-lo dentro d’água ou cedê-lo para alguém que possa precisar.

Sempre levo mais do que preciso e já tive a felicidade de ajudar alguns atletas em mais de uma ocasião seja nadando, correndo ou pedalando.

Esse tipo de esquecimento, de preferência, não pode acontecer. Pode quebrar o seu mental se não estiver bem  e literalmente a sua nutrição, se tiver treinado com essa reposição pelas suas necessidades orgânicas.

Vimos outras pessoas também com pochetes com sua suplementação fora a da prova, basicamente gel ou carbo e que faz a diferença pela queima realizada que é enorme. Porém  cada caso é um caso!

img-20161211-wa0003

Encontramos com amigos como Renêe do Freak Swimmers

 

15267640_756870424466685_8514219457189519731_n

e  Alexandre…
15327244_756870527800008_3213450145702942703_n…e pudemos largar juntos eu César, e Sheila, nunca ocorrido antes. Nessa prova homens e mulheres largaram juntos o que foi muito bacana!rrm2016erj0353-150x150

rrm2016erj0136-150x150

 

Aí  aquela última hidratada antes da largada que  nunca é demais!

rrm2016erj0266

Tranquilidade e staff mais do que ligado para  segurança de toda prova…

Rei e Rainha do Mar 2016, Praia de Copacabana, posto 5. 10 de Dezembro de 2016, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Foto: Vitor Silva/SSPress/Effect Sport
Rei e Rainha do Mar 2016, Praia de Copacabana, posto 5. 10 de Dezembro de 2016, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Foto: Vitor Silva/SSPress/Effect Sport

…e as últimas orientações sobre as boias e a navegação dadas por Luiz Lima!
  rrm2016erj0198-150x150

Largamos! E agora era ir atras dos 10k!!!

Na primeira volta fui reconhecendo o mar e as bóias uma a uma, e na primeira parada na transição foi uma banana, um gel, e 500 ml de água e meio Gatorade. Nessa hora fui incentivado por amigos e pela atleta Deiseane que já havia corrido e nadado no Beach Biathlon!

rrm2016erj0061-150x150

Segui para a segunda em ritmo ok e no final da  segunda volta  mandei duas bananas, gel e um saco inteiro de Gatorade por conta dos sais e entrei de novo.

rrm2016erj0459

Nessa passagem Beth das Rainhas do Mar (grupo de whatssapp da representação feminina que nada no mar) gritava vai Cesar e a mulher do Alexandre, a Ana, Super Ultra corredora estava clicando aprova e também me incentivou dizendo que estava indo super bem e que a Sheila já havia passado. Só posso agradecer a toda essa turma do coração.

Ao ver o tempo no relógio e saber que havia um corte das 3h45 para saída para a quarta e última volta, me dei conta que precisaria apertar bem o ritmo e foi o que fiz. O que mudou foi já ter feito meia prova ou seja 5k nas costas, e o mar começar a ter variações de volume e alguma correnteza entre certas bóias.

rrm2016erj0656-150x150

A saída até a  primeira bóia preta era chata e virávamos com o ombro esquerdo, depois tínhamos uma laranja e uma branca sentido Leme e virando sentido mar aberto, uma azul que ao contornarmos já dava para apontar a navegação para o Forte de Copacabana, mais ou menos na direção da bandeira do Brasil, e ir checando as próximas boias, uma azul e uma laranja para virar a direita e ir direto até a areia para a transição. Já estava nadando sozinho há um tempo  e não tinha idéia se tinha gente atrás ou não. Vi sim antes várias toucas de outras cores, muitas verdes do Challlenge 5k  passando por nós dos 10k.

rrm2016erj0553

rrm2016erj0554

rrm2016erj0555

Pois bem, consegui chegar aos 3h40 na transição, 5 minutos antes do fechamento para encarar a última volta.  Nessa hora já não tinha a galera do incentivo, o que é mais do que normal por conta do tempo de espera.

rrm2016erj0461

rrm2016erj0332-150x150

Comi mais uma banana, mais um gel como programado, pedi um Gatorade que tinha acabado e fui informado que poderiam buscar mas eu perderia tempo, então cancelei e segui para a quarta e ultima volta. O arbitro ou responsável pela passagem me viu na pilha para entrar e acenou para me hidratar tranquilho e comer que estava tudo certo, afinal tinha chegado no tempo e antes do tempo limite já estava de volta na água.

Saí para a quarta e última volta com uma sensação de missão cumprida parcialmente por passar o corte, só que agora precisaria chegar antes das 5h limite de prova e tinha aproximadamente 1h20 para fechar os 2.5k já em um mar diferente e subindo por conta do horário, já eram praticamente 11h40.

Não adiantava desesperar e tentar apertar, isso só pioraria o rendimento, então tive que chamar todo aprendizado e leitura do que meu corpo mandava de informações para otimizar cada metro com o máximo de rendimento nas minhas condições que eram boas após nadar 7.5km, mas são 7.5km… e assim segui mantendo a tranqüilidade sem relaxar demais e buscando cada centímetro do mar de Copacabana para completar os 10k de preferência no tempo!

A cada metro e bóia  que passava  observava  o staff em jetskis, stand up padlles e botes motorizados me acompanhando atentamente sem interferirem em nenhum momento na minha prova.

Sabia que estava praticamente sozinho e que possivelmente, assim que passasse as bóias , cada uma seria talvez reposicionada para a próxima prova de Stand Up Paddle.

Consegui seguir sem me pressionar e encontrei um nadador na minha frente, e nadamos próximos  por 1.5km. Nas ultimas duas bóias o amigo acelerou e seguiu, e não o vi mais.

Virei finalmente a última bóia e avistei o prédio branco que era a referencia de navegação para a chegada que estava logo abaixo e segui em direção a areia.

Esse ponto da ultima boia para a praia para mim foi chato em todas as saídas do mar, pois sentia correnteza lateral vindo do Forte de Copacabana e da laje, em diagonal, e se me distraísse saia da rota. Imagine isso na última volta fechando os últimos metros…

A única saída era foco, atenção e tranquilidade para chegar! Durante a prova tive alguns inícios de câimbras nas panturrilhas mas consegui controlar sem problemas para minha sorte.

dscn2762

O pórtico de chegada parecia longe mas da mesma maneira que sumia, aparecia em uma próxima respiração frontal mais perto um pouco…

Resolvi nadar o máximo até me levantar pisando na areias, já haviam ondas e a ultima coisa que queria era um caldo no final, rsrsr!

Senti a areia e uma profundidade boa de aproximadamente uns 50cm que mesmo com a variação das ondas já não permitiria que perdesse o fundo e segui correndo para o portal de chegada!

Sim, correndo, porquê depois de um desafio desse têm que comemorar e  foi a minha maneira também de agradecer ao staff que me acompanhou e me recebeu nos últimos minutos!

Fechei a prova no tempo antes das 5h, no osso do caroço, mas que boa sensação!

Na saída encontrei com Pedro Monteiro, organizador do Rei e Rainha que me perguntou com havia sido e comentei: As vezes ser o ultimo é tão bom quanto ser o primeiro e foi realmente o que aconteceu. Fui o ultimo a cruzar a chegada dentro do tempo limite. Me senti muito feliz pela conquista comigo mesmo acima de tudo, essa sim foi uma prova de superação nos mínimos detalhes! É você e você e o mar e as forças  que te impulsionam e permitem seguir neste ambiente único , misterioso e infinito !

cesar-de-castro-resultado-super-challenge-10k-rei-erainha-do-mar-dez-2016

Encontrei com a Sheila que me esperava e já havia chegado! As palavras não lembro mas foi algo como…conseguimos! 10k feitos! E provavelmente aquela  cara que sem falar nada expressa toda a experiência depois de um desafio desses!

rrm2016erj0420-150x150  rrm2016erj0427-150x150

E na saída, dica maravilhosa da Sheila que já havia feito sua massagem e indicou a tenda, então tive a sorte de encontrar duas massagistas ainda trabalhando na prova, mas  nesse momento sem ninguém na maca.

Recebi junto com a medalha um bônus mais do que necessário naquele momento! Relaxamento em dose dupla e só tenho que agradecer !!!

Saímos eu e Sheila para irmos até o guarda volumes para pegarmos nossas coisas e seguirmos para casa, pois já estávamos a caminho de um outro desafio no dia seguinte e o congresso técnico seria em menos de duas horas.

Em poucas palavras, foi uma experiência riquíssima de corpo mente e alma com um aprendizado amplo e aplicável a toda vida! Simples assim!

E agora é  conferir a experiência da Sheila que completou muitíssimo bem os 10k e sim fez duas semanas antes os 7k em Caraguatatuba no Desafio Aquaman!

15355721_756870494466678_7789873875525739674_n

Eu, Sheila, fiquei mentalizando a prova e o trajeto um desde o dia anterior a prova. Imaginava como seria e como acabaria. Peguei está dica uma vez do Nuno Cobra que treinava o Aírton Senna…visualize a sua chegada!  E isso acaba me tranquilizando bastante e me deixando segura de que dá para fazer, só é preciso observar seu corpo, ritmo, ambiente e refazer a estratégia se preciso for…

No dia da prova estava meio sonolenta, as vezes não cai minha ficha do que eu tenho que fazer, estava ali prestes a nadar 10k, era muita coisa e não sabia o que eu estava sentindo. Ainda mais que havíamos chegado em cima da hora, guardamos as coisas e já fomos para a largada… não tive tempo para pensar.

Largada com igualdade de gênero…pera ai, onde estão as outras mulheres???  Éramos tão poucas que sumimos na multidão de homens. Poliana Okimoto representou muito bem as meninas , e acolheu a todos como super atleta que é,  uma simpatia e cheia de carisma!

Rei e Rainha do Mar 2016, Praia de Copacabana, posto 5. 10 de Dezembro de 2016, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Foto: Vitor Silva/SSPress/Effect Sport
Rei e Rainha do Mar 2016, Praia de Copacabana, posto 5. 10 de Dezembro de 2016, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Foto: Vitor Silva/SSPress/Effect Sport

O Luiz Lima é sempre um grande padrinho e as suas dicas valiosíssimas “Nadem a primeira volta com cautela e só digo uma coisa, depois da segunda, já foi!”

Rei e Rainha do Mar 2016, Praia de Copacabana, posto 5. 10 de Dezembro de 2016, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Foto: Vitor Silva/SSPress/Effect Sport
Rei e Rainha do Mar 2016, Praia de Copacabana, posto 5. 10 de Dezembro de 2016, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Foto: Vitor Silva/SSPress/Effect Sport

E assim eu fui, na primeira volta fui quietinha entendendo como seria, observando e nadando com muita tranquilidade.

rrm2016erj0267-150x150

Na segunda volta, soltaram um povo colorido com tocas de outras cores que parecia uma grande festa e pensei na hora : “Obrigada por enviar amiguinhos para agitar a minha natação!” .  E assim foi, peguei o embalo do sangue novo mas sem me empolgar demais, só para dar um novo ritmo.

rrm2016erj0876

Na terceira, a “festa” já estava no final para os meus amigos que foram ficando espaçados…

… E na quarta volta eu fui sozinha de novo…na paz e na tranquilidade já  pensando que sim, havia chegado,  sim acabaria e sim eu sairia mais forte do que havia entrado!

Foi muito legal ter o suporte e torcida das amigas nas primeiras voltas, conversar com estranhos que olhavam assustados com o que eu estava fazendo e sair na leveza de que sim dá para fazer e vamos lá de novo e de novo, e de novo!

Sobre dar 04 voltas no mesmo circuito no mar, e  para quem nada na piscina  e faz milhares de chegadas  não tem comparação. Como o Cesar disse, nenhuma volta é igual a outra .

15390879_756870584466669_8310735902384257220_n

Você no mar em uma prova que te dá toda a segurança  com sinalização perfeita e staff por todos lados,  é uma oportunidade única como desafio e também  meditação em um universo maravilhoso e apaixonante chamado mar.

captura-de-tela-2016-12-17-as-16-49-09

E assim fechei o Super Challenge com 4:29h !

E para nós ficou a certeza  que quebrada a barreria mental dos 10k nadando no mar, é seguir em frente para as próximas experiências aquáticas com a turma da ÁGUA!!!!!!!!

dscn2757

dscn2760

 

E fica nossa homenagem ao Renêe, Adriano, Holanda e toda família do grupo querido Freak Swimmers que nos lembra sempre a máxima da saúde mental que é  ser maluco ou  freak do bem  para viver e ter qualidade de vida;  sim é a única saída, amigos malucos abençoados pela Mãe Natureza !!!

15349630_1281649578522252_4825337171684889536_n

E que nos livremos de sermos normais.. para bom entendedor meia palavra basta e até breve !!!

freak-swimmers-rei-e-rainha-dez-2016

 

4 comentários em “Super Challenge 10k – Rei e Rainha do Mar – Última etapa 2016 !

  1. Muito show, parabéns meninos!

  2. Ainda bem que esperei pra ler tudinho com calma e vivenciar cada memória e sensação de vcs nessa insanidade. 10 km em águas abertas é pra assinar de vez o atestado da máxima da saúde mental.

  3. ADRIANO SOUZA AMARAL

    Relatos incríveis!! Vcs são incríveis!!Parabéns

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: